Uni ComVida, uma iniciativa para salvar vidas em meio à pandemia

Com iniciativa de professores do campus Curitiba da UTFPR, o Uni ComVida vem com uma proposta de ações em prol à prevenção da propagação do COVID-19. Com o advento da pandemia do COVID-19 no Brasil e posteriormente a suspensão das aulas na UTFPR, professores de diversos departamentos acadêmicos passaram a se unir ao grupo do Uni ComVida. Iniciando-se com conversas por meio de WhatsApp, foi composto, primeiramente, por docentes do Departamento Acadêmico de Engenharia Mecânica (DAMEC), por iniciativa de Marcos Rodakoski, chefe do Departamento. Agora também tem participação, além da equipe interdisciplinar, de outros departamentos do campus, de instituições como Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), Instituto Federal do Paraná (IFPR), Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), dentre outras, e do setor privado, como Bosch, Renaut e Qualyjet.

“O principal objetivo do Uni ComVida é propor e desenvolver soluções tecnológicas de curto, médio e longo prazo para lidar com a situação crítica originada pela disseminação da Covid-19.”, comenta Cassia Ugaya, docente do Departamento Acadêmico de Mecânica (DAMEC), que explica estarem os projetos, programas e ações de extensão das Universidades públicas à disposição para atender as necessidades da sociedade:

A ciência e a tecnologia constituem a mais importante e eficiente ferramenta para dar resposta aos desafios impostos à humanidade neste momento. Assim, o conhecimento, a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico produzidos pela UTFPR estão a serviço da comunidade.

Atualmente o grupo já possui seis projetos, sendo esses: Desenvolvimento de Máscaras descartáveis de TNT para comunidade, coordenado pela Carla Estorilio, professora do DAMEC; Produção de máscaras do tipo Face Shield, feitas a partir de duas frentes de pesquisa, uma sendo coordenada por José Aguiomar Foggiato, professor do DAMEC e outra por Marcia Silva de Araújo, professora também do DAMEC; Vestimentas, máscaras e dispositivos UV e geradores de ozônio, coordenado por Rubens Alexandre de Faria, professor do Departamento Acadêmico de Eletrônica (DAELN); Respirador Baixo Custo (RBC), coordenado por Luciano Zart Olanyk, professor do DAMEC; Produção de Álcool em Gel 70%, coordenado por Fernando Molin, professor do Departamento Acadêmico de Química & Biologia (DAQBi); e Sistema de filtragem ativa de patógenos em áreas com grande circulação de pessoas, coordenado por Fernando Castaldo, professor do DAELN.

Já é perceptível a grandeza desse grupo e de seus projetos; segundo Cassia Ugaya, até o momento já foram entregues 220 máscaras do tipo Face Shield, doados mais de 600 litros de Álcool em gel 70 INPM para diversos hospitais da Região Metropolitana de Curitiba e 200 máscaras para a comunidade. 

A comunidade pode contribuir com os projetos, seja com doações de materiais, produtos, equipamento, informações ou serviços, ou também participar dos projetos. Para mais informações de como participar ou contribuir com o Uni ComVida, basta entrar em contato via Facebook, Instagram ou Linkedln. Também há disponível um formulário onde o setor de saúde pode enviar indicando suas necessidades tecnológicas.

Reportagem de Alexandre Azevedo Perich (ASCOM – CT).

ALEXANDRE AZEVEDO PERICH

ALEXANDRE AZEVEDO PERICH

Aluno do curso Bacharelado em Comunicação Organizacional na UTFPR. Assessor de comunicação do campus Curitiba da UTFPR e Fotógrafo desde 2013.