Parcerias entre campi e prefeituras foi o tema do #CampiTalks desta terça-feira

Reunir pessoas diferentes, com conhecimentos múltiplos sobre as esferas que envolvem as universidades multicampi brasileiras é o objetivo do #CampiTalks, evento promovido pelo Fórum Nacional de Dirigentes dos Campi Fora de Sede e Multicampi das Instituições Federais de Ensino (Forcampi). Em quatro edições, todas as terças-feiras de 14 de julho a 4 de agosto, reúnem-se dois debatedores e dois mediadores para discorrerem temas propostos. Nesta semana, dia 28, Marcos Bernardes, decano do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências do campus Sosígenes Costa da UFSB, e Marcella Costa Radael, diretora do campus Monte Alegre da UFOPA foram os mediadores do tema “As oportunidades de parcerias entre os campi universitários e prefeituras municipais”, discorrido pelos convidados Hilton Manoel, professor da UFJF-GV e Secretário de Desenvolvimento de Governador Valadares, e Helton José Alves, diretor de Desenvolvimento e Integração dos campi da UFPR.

Hilton Manoel trouxe ao evento uma experiência local, de Governador Valadares, cidade com cerca de 300 mil habitantes, polo em educação da região mineira em que se situa. Ele parte do ponto de vista da universidade inserida num contexto de relações territoriais, interagindo com os agentes locais. Apresenta ações de empreendedorismo em uma política de inovação, falando sobre os “ecossistemas de inovação”, mostrando a articulação entre o espaço do  conhecimento, em que apresenta a Universidade como articuladora; do consenso, com fóruns, conselhos e demais organizações, com objetivo de articular uma agenda coletiva com as demais instituições locais: “é fundamental a criação desses laços entre as instituições para para garantir as discussões de qualidade, pra gente pensar num projeto de estado em relação a inovação e desenvolvimento mais de longo prazo, que não dependa de mudanças institucionais muito bruscas, mas que possa ser validados tecnicamente gestão a gestão tendo a chancela dos próximos gestores e de todas as organizações envolvidas ao longo do tempo. Por fim, ele apresenta o “espaço da inovação”, que será o lugar de “materialização da coisa”, em que se deverá gerar os novos projetos e negócios, destacando a importância da interação entre os três espaços – conhecimento, consenso e inovação – para a criação de projetos de cooperação, no qual, durante o desenvolvimento de sua fala, trouxe o relacionamento com as prefeituras.

Já Helton José Alves iniciou sua fala apresentando o universo das cidades em que se situam os campi da Universidade Federal do Paraná, com IDH distintos e, em alguns casos, distantes da capital, o que apresenta um público também diversificado, variando desde regiões arregimentadas pelo agronegócio até os campi do litoral, em que a realidade é diversa, com cenário de preservação doa ambientes naturais. Para Alves, essa situação enriquece a Universidade, pois abre a oportunidade de atuação nas mais diversas áreas; “poucos são os casos em que a gente tem uma unidade dessa versatilidade em uma universidade, dentro dessa linha de ação”. Ele apresentou, assim, várias iniciativas, eventos e projetos em que a Universidade envolve os campi avançados atuando nessas frentes, buscando, com as prefeituras, os temas que atendem as realidades e demandas dos municípios.

Campus Curitiba no próximo #CampiTalks

Para a próxima semana, dia 4, o diretor-geral do campus Curitiba da UTFPR, Marcos Schiefler Filho, e Alex Marinho, reitor da UFPI,  discorrem sobre o tema   Novíssimas universidades federais e estruturas multicampi: características e desafios para a educação superior brasileira. Os mediadores são Jaime Honorato Junior e James Rogado, ex-diretores dos campi Barra, da UFBA, e Iturama, da UFTM, respectivamente.

Às 15h, na sala https://sigam2.ufjf.br/index.php/siga/publico/mconf/join/6301  (inscrições em https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeArnKZJm1aDmf8gdtKAuOwmAvLUdEjKeD-dyYBmBWs5LVWoQ/viewform )