Estudante da UTFPR apresenta trabalho em evento de divulgação científica da Unicamp

A pesquisa tem amparo teórico nos conceitos de Comunicação Pública da Ciência (CPC) e de Comunicação Organizacional

Refletir sobre o potencial de agências de notícias científicas nas universidades federais brasileiras, a fim de contribuir para o fomento de uma cultura científica no País. Esse é o objetivo de uma pesquisa que está sendo desenvolvida pelo estudante Cristiano Teixeira de Sousa, do Curso de Bacharelado em Comunicação Organizacional da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Os resultados parciais serão apresentados nesta quinta-feira (8), às 15 horas, no 7º Encontro de Divulgação de Ciência e Cultura (Edicc 7 2020).

O trabalho faz parte do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do estudante, orientado pelo Prof. Dr. Wellington Teixeira Lisboa, do Departamento Acadêmico de Linguagem e Comunicação (Dalic) do campus Curitiba. O TCC integra, ainda, o Grupo de Pesquisa Estudos em Comunicação Organizacional: Cultura, Discursos e Processos Identitários, certificado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Cristiano argumenta que a implantação de agências de notícias científicas pode contribuir para a compreensão e a percepção dos cidadãos sobre a produção científica, atuando como instrumentos de popularização da Ciência e Tecnologia. “Nas universidades, essas agências têm como atribuição elaborar e distribuir conteúdo jornalístico de forma contínua, relacionado às pesquisas e produções científicas”, afirma o estudante, destacando “a importância dessa estratégia para os setores mais amplos da sociedade, inclusive a Imprensa”.

Como exemplo prático, a pesquisa evidencia os resultados alcançados pela Agência de Notícias Científicas da Universidade Federal do Ceará (UFC), referentes aos exercícios de 2018 e 2019, no que se refere às publicações e replicação de notícias na mídia. “A Imprensa tem a função de pautar as discussões de interesse público, sendo muitas vezes a principal fonte de informação sobre Ciência para a população. Por isso, é fundamental que as questões relacionadas à Ciência e Tecnologia sejam abordadas pelos meios de comunicação de massa, alcançando o máximo de pessoas”, salienta o pesquisador.

O trabalho, segundo o autor, tem amparo teórico nos conceitos de Comunicação Pública da Ciência (CPC), que diz respeito à produção e difusão do conhecimento, de Comunicação Organizacional, que se refere a toda e qualquer ação, atividade, estratégia, produto e processo para reforçar a imagem de uma organização junto aos públicos de interesse ou perante à opinião pública.

EDICC – Visando promover discussões relacionadas à produção e divulgação de conhecimentos nas áreas de Ciência, Tecnologia e Cultura, o evento é promovido anualmente pelo Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor), responsável pelo Programa de Pós-Graduação em Divulgação Científica e Cultural (PPG-DCC) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Neste ano, devido à necessidade de distanciamento social, decorrente da pandemia do novo coronavírus, o Edicc será realizado a distância, no período de 7 a 9 de outubro.

Mais informações estão disponíveis no site do evento: http://edicc2020.labjor.unicamp.br/.

AUTOR – Estudante do último ano do Curso de Bacharelado em Comunicação Organizacional do campus Curitiba da UTFPR , Cristiano Sousa acredita que a Ciência e a Tecnologia são fundamentais para auxiliar e acelerar o desenvolvimento sustentável do Brasil e que o fazer científico é a chave para o futuro. Partindo desse raciocínio, o aluno ratifica a importância de desenvolver uma cultura científica no País, “principalmente nos tempos atuais, em que se observa a Ciência sendo posta em xeque e ignorada por certos grupos sociais, além da ascensão do negacionismo em relação à Ciência e deterioração do papel das universidades públicas”.

SERVIÇO

O que: 7º Encontro de Divulgação de Ciência e Cultura (Edicc 7 2020)

Data: 7 a 9 de outubro, das 8h às 17 horas

(Release de Cristiano Sousa)