Campus Curitiba pretende formar 53 engenheiros de computação neste ano

O curso de Engenharia da Computação do campus Curitiba da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) tem duração de dez semestres e oferta anualmente 88 vagas. Somente neste ano, o curso tem previsão de formar cerca de 53 engenheiros. 

Segundo o Bogdan Tomoyuki, integrante do Departamento Acadêmico de Informática (DAINF) e coordenador do curso de Engenharia de Computação, o objetivo do curso é formar profissionais que estejam aptos a atuarem em todo o processo de um sistema computacional, “desde a concepção até a implementação, teste, manutenção, e gerência; em áreas como automação industrial, robótica, software embarcado, sistemas corporativos e web, aplicativos para celular, etc”. De acordo com Bogdan, o curso pode ser definido como a junção entre a área da eletrônica com a da ciência da computação. 

As disciplinas do curso são ministradas principalmente por professores do DAINF e do Departamento Acadêmico de Eletrônica (DAELN). Isso se deve às necessidades que cada área do curso aborda. Enquanto os professores do DAELN estão mais habilitados a ministrar aulas da parte de hardware (componentes físicos do computador), a abordagem de software (programas) fica a responsabilidade dos professores do DAINF.

O coordenador ainda ressalta que o curso de Engenharia de Computação, iniciado em 2007, pode ser considerado um dos melhores do Brasil. Os estudantes alcançaram nota máxima em três edições que realizaram do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE), com destaque para o ano de 2011, em que o curso atingiu a nota mais alta do Brasil entre as engenharias de computação. 

Com bons resultados acadêmicos, a relação com o mercado de trabalho entra em questão. Fabiana Pöttker, professora do DAINF, aponta que o mercado para esses estudantes e futuros profissionais é “extremamente aquecido”. Segundo Fabiana, os estudantes iniciam a carreira pelo estágio interno no campus, e assim que adquirem experiência, conseguem se inserir no mercado de trabalho com facilidade. 

Fabiana também atua na parte administrativa do curso, orientando os estudantes em relação aos estágios. Ela comenta que existem vagas disponibilizadas na cidade de Curitiba e que há muitas empresas internacionais contratando estagiários brasileiros. No curso de Engenharia de Computação do campus, existem alguns estudantes que realizam estágio em outros países. A professora afirma que essa experiência é rica para os acadêmicos, que acabam muitas vezes sendo efetivados pelas empresas. 

A docente denuncia a falta de um meio de comunicação em que todas essas  e outras informações pudessem estar disponíveis para os possíveis interessados. Atualmente, o DAELN não possui nenhuma página na internet ou um portal institucional, o que dificulta o acesso de quem procura obter mais informações acerca do departamento e do curso de Engenharia de Computação.

Reportagem de Natalia Arnai – Estudante de Comunicação Organizacional

Alexandre Azevedo Perich

Alexandre Azevedo Perich

Aluno do curso Bacharelado em Comunicação Organizacional na UTFPR. Estagiário de comunicação e marketing do campus Curitiba da UTFPR e Fotógrafo desde 2013.