V Mostra de Economia Solidária acontece nesta semana no campus Curitiba

Durante os dias 04 a 06 de setembro acontece a V Mostra de Economia Solidária da UTFPR no campus Curitiba e o tema deste ano é “Seu consumo consome o mundo?”. O evento é organizado junto com os empreendimentos econômicos solidários da Rede Mandala.

As atividades acontecem no pátio da sede centro do campus Curitiba e têm foco na exposição de produtos da Economia Solidária e da Reforma Agrária; também haverá oficinas, rodas de conversa e apresentações culturais. No dia 04 de setembro, o evento tem início  às 09:00h da manhã e se estende até as 19 horas.

O que é Economia Solidária?

Economia Solidária é uma forma de produzir, comprar, vender e trocar o necessário para promover o bem viver das pessoas. É regida por valores como: autogestão, solidariedade, cooperação, respeito  à natureza, democracia, promoção da dignidade e valorização do trabalho humano. Sendo assim, seus objetivos não se restringem à dimensão econômica, mas, sobretudo, visam à construção de novas relações sociais que favoreçam a participação cidadã  e a transformação social.

A Economia Solidária consiste em diversas modalidades de organizações econômicas, tais como: grupos de trabalhos informais, associações, cooperativas populares, clubes de troca, empreendimentos autogestionários,  bancos comunitários, entre outras.

Marilene Zazula Beatriz, professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia (PPGTE-UTFPR) e uma das organizadoras integrantes da Tecsol (Incubadora de Economia Solidária da UTFPR-Curitiba), conversou conosco sobre o projeto e de onde surgiu a ideia de fazer este evento. “A Tecsol se iniciou como projeto de extensão em 2018, logo após se transformou em um programa de extensão; a incubadora tem vários projetos e dentro deles temos atendimento a vários grupos de economia solidária. A partir disso tivemos a ideia de fazer a Mostra de Economia Solidária para, ao mesmo tempo, divulgar esta modalidade dentro da UTFPR e também os projetos que a Tecsol está desenvolvendo com os coletivos dessa economia”. Marilene ainda explica que a ideia da mostra é justamente divulgar os empreendimentos de Economia Solidária dentro da UTFPR, fazer com que a comunidade acadêmica possa interagir com os trabalhadores e as trabalhadoras da Economia Solidária e verificar como eles trabalham com essas características.

“Um dos objetivos é trabalhar em coletivo de forma cooperada e solidária, uma outra faceta que a diferencia de uma empresa tradicional. Eles acabam atuando de forma autogestionária. Na autogestão não existe um chefe dentro do coletivo e não existem subordinados, mas pessoas que vão assumir um protagonismo tanto do empreendimento de economia solidária quanto na sua vida ou na comunidade”, completa a profa. Marilene. Esse protagonismo é necessário para que as coisas aconteçam de acordo com a decisão do coletivo, então as pessoas definem como vai ser o modo de produção, o seu escoamento, a comercialização, e também como será a divisão dos recursos que foram gerados a partir desse trabalho e renda. Tudo isso é definido entre essas pessoas de uma maneira democrática.

A professora ainda reforça a importância da participação da comunidade interna e externa do campus Curitiba neste evento, convidando a comunidade acadêmica, professores, técnico-administrativos e estudantes para interagir com esses empreendimentos e verificar o seu funcionamento. “Além disso, percebe-se que esta pode ser uma inserção social bem interessante para pessoas que estão desempregadas a longo prazo e já estão um pouco desesperançosas. Pode ser uma oportunidade de achar uma nova posição no mercado de trabalho e criar novas possibilidades a partir de coletivos”, finaliza a profa.