As artes no campus Curitiba

Nosso campus se abre em artes. Em uma revisão, desde o ano passado, na nossa ferramenta Comunica, observamos o quanto de extensão temos produzido e, neste sentido, um destaque para as artes.

Temos dança, música, teatro e artes manuais de altíssima qualidade; professores que não se conformam em fazer o que lhes é exigido e expandem, vão além, levando este campus para os arredores e trazendo a população desta cidade a nossos espaços.

Confiamos que as artes são formadas na mesma medida em que nos formam enquanto seres inteligentes, que são fundamentais para a formação e continuidade de qualquer cultura – em amplos sentidos, elas são a cultura, enquanto marcas de nosso tempo, daquilo que fazemos de mais belo, independente das concepções de beleza de que participem. Por isso entendemos que cumprimos nossa obrigação enquanto Universidade ao investirmos nas manifestações artísticas.

Assim, no campus Curitiba, temos Daniela Kuhn (DAEFI) e Juliana Greca (DAESO), com o Links, projetos de dança que atuam no individual, bem estar, psicológico, até o coletivo, com os projetos de dança e sociedade, interação, respeito a outros saberes; Brenno Lima, Ellen Ott, Enaldo Antonio Gonçalves e Priscilla Prueter, todos CAART,  se dedicam, respectivamente, aos projetos com piano, violino, orquestra e coral, mas, sobretudo, demonstram um profissionalismo de nível internacional nos eventos e projetos, que nos acolhem e nos cobrem de orgulho , pois entendemos que essa marca – qualidade internacional – é a marca da Universidade Pública brasileira, da qual participamos; além disso, a música do campus Curitiba tem chegado a escolas públicas e alcançado grupos sociais antes deixados à sorte e que, agora, têm um ideal encontrado nas artes – os projetos de Música e Cidadania têm investido, literalmente, nessa questão. Ismael Scheffler (DADIN) reassumiu, ano passado, o tradicional TUT, que esteve parado nos últimos anos. Em menos de um ano, foram projetos de eventos teatrais, lançamento de livro, Interartes, exposições, participação no Festival de Teatro de Curitiba, oficinas, parcerias com os teatros das outras instituições (UFPR e FAP), grupo de teatro com formação plena e, certamente, esquecemos de vários fazeres. E no meio da sede Centro, ao lado da ASCEV, vemos um Atelier de Cerâmica. Ao adentrarmos aquele espaço, descobrimos um universo possível, em que as habilidades manuais não são medidas, mas transformam barro em arte. As professoras Elaine Garcia de Lima, Esoline Helena Zamarian e Jusméri Medeiros (DADIN), com alegria, recebem os que reservam uma parte do seu tempo – servidores, alunos, externos – para se dedicar à construção dessa arte milenar.

Como direção do campus, só apoiamos, da melhor forma que pudermos, tais projetos.  Entendemos que as artes são condição sine qua non para sermos Universidade e destacamos nosso orgulho pela arte que produzimos.

E contamos com o apoio da comunidade – professores, técnicos e alunos e cidadãos desta cidade – para que levemos adiante tais iniciativas, que nos fazem melhores enquanto indivíduos e enquanto cidadãos.

Marcos Schiefler Filho e equipe diretiva do campus Curitiba

Marcos Flavio de Oliveira Schiefler Filho

Marcos Flavio de Oliveira Schiefler Filho

Diretor do campus Curitiba da UTFPR.