Arquitetura e Urbanismo do campus Curitiba se destaca em concurso nacional

“No começo nos reunimos e começamos a procurar alguns concursos para aproveitar que estaríamos de férias. Já conhecíamos a plataforma do Projetar.org e optamos por ela por causa das datas de entrega e pelo tema”, explica João Guilherme Arnas, que, juntamente com Susanna Maria Brolhani, levou o segundo lugar no concurso Galeria da (Re)existência –  29º concurso de arquitetura, promovido pelo portal Projetar.org sob o tema do incêndio e da reconstrução do Museu Nacional. O desafio foi, segundo informações do portal, “o exercício acadêmico de imaginar um espaço destinado à sobrevida do Museu Nacional enquanto seu lar definitivo estiver em recuperação“

João se formou no último semestre de 2018 no curso de Arquitetura e Urbanismo, do Departamento Acadêmico de Arquitetura e Urbanismo (DEAAU) do campus Curitiba; Susanna ainda é estudante do mesmo curso, em faze de Trabalho de Conclusão de Curso, e o processo de estudos para TCC os uniu; “Nós somos orientandos da mesma professora, a doutora Karina Pimentel. Nossas assessorias do TCC eram coletivas e a gente acabou se identificando na maneira como vemos a arquitetura até agora. O concurso foi nosso primeiro trabalho juntos, mas já estamos procurando mais”, conta João, que aponta a importância de se envolver em projetos como apoio para a vida acadêmica e profissional: “Uma das principais razões de participar é a necessidade de ter um portfolio mais consistente. Eu acabei de me formar, a Susanna está prestes a terminar o TCC. Nós queríamos ter mais projetos que nos representassem e a Galeria da Reexistência pareceu uma boa oportunidade”.

Sobre concurso, a professora Karina Pimentel explica que “é um dos mais importantes na área de Arquitetura do Brasil. Todas as pessoas envolvidas nesse universo conhecem e a participação é maciça”; Pimentel, uma das incentivadoras dos alunos, celebra a vitória dos seus orientandos como expoentes no circuito nacional. Arnas destaca o tema, que os estimulou ao investimento: “O edifício do Museu Nacional era e abrigava parte da nossa identidade coletiva, cultural, nossa história. Existe identidade se não existe história? O Museu Nacional pegou fogo mas a memória dele não, o tema do concurso mostra que é preciso manter não só a memória  do museu viva, mas a do incêndio também. Temos que aprender com isso tudo”.

O profissional recém-formado também destaca a importância do curso de Arquitetura e Urbanismo da UTFPR: “Bom, tudo que a gente sabe sobre arquitetura veio diretamente ou indiretamente do curso. Nosso projeto nasceu das relações com outros colegas, das aulas, de conversas com professores. A propósito, nossos professores têm muito mérito. É da relação aluno-professor que eu posso dizer que aprendi as maiores lições. Tudo isso vai fazer parte de tudo que a gente fizer na arquitetura”.

O reconhecimento tem mão dupla. O coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo, Heverson Akira Tamashiro, também demonstrou orgulho pelos alunos do curso: “O fato dos alunos ganharesm reconhecimento ou premiação nos deixa orgulhosos pelo talento próprio dos alunos e pelo desenvolvimento ao longo dos 5 anos de curso. Eles vão adquirindo essa maturidade e essa cultura arquitetônica”.

O Portal Projetar.org realiza regularmente concursos de ideias para estudantes e recém-formados; é só ficar ligado e participar. Mais informações sobre o Galeria da Reexistência no endereço https://projetar.org/faq/52/galeria-da-reexistencia-029